Ultimas Postagens
recent

Atirador de Baton Rouge é identificado, afirma TV americana

Homem teria cometido crime em seu aniversário.Ele atirou em policiais e matou três deles.


O atirador que atingiu policiais neste domingo (17) e matou três deles em Baton Rouge, Luisiana, nos Estados Unidos, foi identificado como Gavin Eugene Long, de acordo com a emissora CBS News.

A TV americana afirma que o homem é negro e nascido em Kansas City, no estado do Missouri. Ele teria cometido o crime em seu 29º aniversário. Segundo a Reuters, Long já serviu ao Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos.

Tiroteio
O tiroteio ocorreu neste domingo (17), quando três policiais de Baton Rouge foram mortos e outros três ficaram feridos, de acordo com a CNN. Ainda não se sabe se foi apenas um atirador que participou do crime ou se ele contou com a ajuda de mais pessoas no ataque.

Policiais bloquearam rua em Baton Rouge, na Louisiana, após tiroteio


A polícia havia recebido uma ligação, denunciando a presença de um indivíduo suspeito em Airline Highway, com um rifle de assalto. Quando os policiais chegaram ao local para verificar o ocorrido, o tiroteio começou.

A área onde ocorreu o crime é conhecida por ser dominada pelo tráfico de drogas. Não teria havido diálogo durante os disparos - conforme afirmam fontes da CNN.Um homem suspeito de ser atirador - não se sabe se era o único - foi morto. Ele usava roupas pretas e uma máscara, de acordo com o que o departamento de polícia da cidade declarou.

Depois do tiroteio, a polícia procurou bombas no local com ajuda de um robô.

Conflitos raciais
Os Estados Unidos vivem um momento de tensão racial. Na semana passada, houve uma onda de protestos contra a violência policial no país. Centenas de pessoas saíram às ruas na última segunda-feira (11), nas principais cidades dos Estados Unidos, pela quinta vez consecutiva. Houve detenções em alguns locais, como em Atlanta, na Geórgia, em que 16 pessoas foram levadas pelos policiais.

O principal motivo da revolta foi a morte de um homem negro em Baton Rouge, assassinado por um policial que teria atirado quatro vezes à queima-roupa. A vítima vendia CDs piratas na porta de uma loja de conveniência quando foi atingida. O homem foi identificado como Alton Sterling, de 37 anos. A morte causou revolta na cidade - cerca de 100 pessoas protestaram em um local próximo à loja onde Sterling ficava. 



Houve também outro caso recente relacionado à violência policial nos Estados Unidos. No dia 6 de julho, um homem negro foi baleado por um policial em uma blitz em Falcon Heights, em Minessota. A namorada da vítima transmitiu ao vivo o rescaldo do tiroteio no Facebook. Philando Castile, de 32 anos, era funcionário de um refeitório escolar.

O vídeo mostra a mulher e, em seguida, o homem com uma camisa branca, todo ensanguentado. É possível ouvir a vítima agonizando. Do lado de fora do carro, está o policial com a arma na mão.

Morte de policial
No dia 7 de julho, cinco policiais morreram após um franco-atirador abrir fogo contra agentes que acompanhavam uma manifestação contra a violência policial em Dallas, no estado do Texas (EUA). O suspeito foi identificado como o morador do Texas Micah Johnson, de 25 anos. Ele foi morto após confronto com a polícia.
Siqueira Games

Siqueira Games

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.