Ultimas Postagens
recent

Honda apresenta a nova geração do Civic no Brasil a partir de R$ 87,9 mil

Sedã começa a ser vendido em 25 de agosto em quatro versões.Novidades, além do visual, são motor 1.5 turbo e câmbio CVT.

"Nasceu": 9 meses depois de ser revelada nos Estados Unidos, a nova geração do Honda Civicfoi apresentada no Brasil nesta quarta-feira (20). Mas o lançamento nas lojas será só em 25 de agosto, quando começam as vendas, já como modelo 2017.


De acordo com a Honda, o público poderá fazer uma espécie de test drive virtual a partir do dia 30 deste mês. Também haverá um lote de 1,5 mil unidades na fase de pré-venda.


TODAS AS VERSÕES E EQUIPAMENTOS

Sport - motor 2.0 flex e câmbio manual - R$ 87,9 mil

Sport - motor 2.0 flex e câmbio CVT - R$ 94,9 mil

EX - motor 2.0 flex e câmbio CVT - R$ 98,4 mil

EXL - motor 2.0 flex e câmbio CVT - R$ 105,9 mil

Touring - motor 1.5 turbo e câmbio CVT - R$ 124,9 mil


De série há ar-condicionado digital, direção elétrica, vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições, freio de estacionamento eletrônico, velocímetro digital, controle de velocidade de cruzeiro e paddle shifts para troca de marchas nas versões CVT.



Todas as versões passam a ter controle de tração e estabilidade, deixando o Corolla para trás: o Sentra também já adotou o recurso para toda a gama. O equipamento deverá ser obrigatório no Brasil a partir de 2020, para carros novos.


Há ainda 6 airbags, assistente de partida em rampa (HSA), luzes de diurna de LED (DRL), faróis de neblina e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas. Todas as versões têm central multimídia com Bluetooth, entrada USB, câmera de ré e controles ao volante.


Na EX, a tela multimídia é de 5 polegadas. Na EXL, passa a ser de 7 polegadas e sensível ao toque, com navegador e compatibilidade com CarPlay, da Apple, e Android Auto, do Google, que reproduzem os recursos dos smartphones com esses sistemas.


Enquanto a EX ganha velocímetro digital, a EXL terá painel de instrumentos totalmente digital, com tela de TFT. Completam os equipamentos da EX retrovisores elétricos com repetidores de seta, acendimento automático dos faróis e bancos em couro.

Apesar de ser a única que pode ser equipada com câmbio manual, no mais a versão Sport tem a mesma mecânica da EX e da EXL. Além dos itens de série, inclui grade em black piano, rodas escurecidas e conta-giros analógico. Ou seja, parece mais uma vítima do "raio esportivador".

A topo de linha Touring conta com câmera abaixo do retrovisor direito que mostra as imagens na tela central, para auxiliar em mudanças de faixa, partida por botão e entrada sem necessidade de chave, além de sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, 8 opções de ajuste elétrico para os bancos dianteiros, sensor de chuva (para o limpador de para-brisa), retrovisor que escurece à noite, teto solar elétrico, detalhes em alumínio nas portas e no painel e maçanetas externas cromadas. Os faróis são full LED.

Criado nos EUA
Esta décima geração do Civic foi a primeira desenvolvida nos EUA e esbanja esportividade no visual. O modelo ficou maior e ganhou mais tecnologia para enfrentar o arquirrival Toyota Corolla, cuja geração atual, a sétima, foi lançada no exterior em 2013 e, no Brasil, 1 ano depois.

Nesta geração, o Civic ficou maior. "Entregamos veiculos de carroceria larga e baixa, com o maior espaço interno da categoria, inclusive o porta-malas de ate 525 litros", afirmou Caio Capelin, gerente de planejamento de produto da Honda.

No entanto, a carroceria é 22 kg mais leve.
Siqueira Games

Siqueira Games

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.